Fonoaudiologia pode ajudar no tratamento de apneia do sono

6 de novembro de 2016
Saúde e Bem-Estar
0Comentários

Fonte: Minha Vida

Fortalecer a musculatura da face auxilia na reversão do distúrbio
Por: Solange Dorfman Knijnik (FONOAUDIOLOGIA – CRFA 4348/SP)
Apneia do sono ocorre devido ao estreitamento da passagem de ar na região posterior da garganta, motivado por flacidez no local, obesidade ou problemas ortognáticos, causando uma pausa respiratória com duração igual ou superior a 10 segundos em vários episódios durante uma única noite de sono. Se o palato mole, língua e úvula (campainha) estiverem com pouca tonicidade muscular, tendem a “cair” e ficarem mais volumosos (que nem barriga de quem não se exercita). Por esse motivo o ronco talvez seja a ser um “aviso” de que a pessoa não está recebendo adequado aporte de ar durante o sono.

“Microdespertares” noturnos são rotina nessa condição, pois o indivíduo acorda várias vezes com falta de ar e sensação de sufocamento.

Sendo flacidez muscular de língua, palato mole e úvula um dos escopos de trabalho da motricidade oral, a fonoaudiologia vem atuando junto a esses pacientes com benefícios comprovados por eles e em teses e pesquisas. Estas relacionam a diminuição da quantidade e da duração das pausas respiratórias noturnas pós-atendimento fonoaudiológico. Testes laboratoriais também comprovam o aumento de oxigênio no sangue dessa população. O tratamento da fonoaudiologia para o ronco é simples e com resultados rápidos para a melhora do ronco leve a moderado.

Após efetuar uma avaliação da função muscular de toda a face (lábios, língua, bochechas, palato mole, úvula, pescoço), assim como funcionamento desta musculatura na mastigação, deglutição, sucção respiração e fala, o fonoaudiólogo deverá preparar uma série de exercícios que possam promover o fortalecimento e posicionamento adequado da musculatura que está flácida e enfraquecida.

Cabe lembrar que a fonoterapia não traz resultados esperados se o paciente não se propor a realizar outras mudanças de estilo de vida, como perder peso, alimentar-se equilibradamente e com horários definidos, diminuir a ingestão de álcool e manter os exercícios musculares aprendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat