Farinha de feijão branco aumenta a saciedade, mas consumo deve ser moderado

4 de novembro de 2016
Saúde e Bem-Estar
0Comentários

Fonte: Minha Vida

Rico em fibras e proteínas, ele é um aliado da sua dieta
As propriedades do feijão branco colocaram este alimento na lista dos mais procurados por quem quer perder peso ou enfrenta uma dieta restritiva. Mas porque esse alimento ganhou fama tão repentina? Sua farinha promete favorecer o emagrecimento e a redução dos níveis de açúcar no sangue. “A responsável é a proteína presente nesse feijão, a faseolamina, que inibe a absorção de glicose (amido) pelo organismo, sendo importante para o controle do diabetes”, explica a nutricionista Renata Ramos, da Universidade Unisinos.

Entretanto, por ser uma proteína, a faseolamina é desnaturada quando cozida. Sendo assim, para aproveitar ao máximo os benefícios desse alimento, a melhor maneira de consumi-lo é na forma de farinha. Para obter essa consistência, após lavar e secar o feijão, bata-o no liquidificador, peneire e conserve em geladeira.

Emagrece mesmo?

Os benefícios da farinha de feijão branco para a dieta estão relacionados, principalmente a quantidade de fibras que carrega. “As fibras são parte essencial do bom funcionamento do intestino e ajudam a dar uma maior sensação de saciedade, importante para o emagrecimento”, explica a nutricionista da Unisinos, no Rio Grande do Sul. Além da farinha, Renata defende o consumo de todos os tipos de feijões, pois são ricos em fibras. “O feijão é uma das principais fontes de fibras encontrada no cardápio da dieta popular do brasileiro”. “Considero o feijão melhor do que a soja, pois, apesar de não possuir as isoflavonas, ele é mais versátil e já caiu no gosto do brasileiro”.

Sem exagero

Mas até com esse alimento nutritivo é importante ter moderação. O ideal é que o preparado da farinha de feijão branco não seja consumido durante tempo indeterminado; a nutricionista recomenda uma ingestão por, no máximo, 30 a 40 dias e de apenas uma colher de café antes do almoço, diluída em uma pequena quantidade de água. “Isso porque o feijão cru tem toxinas, que em grandes quantidades podem ser prejudiciais à saúde, causando diarreias”, diz Renata. Há pessoas que relatam ter tido um aumento das flatulências depois que começaram a ingerir a farinha”. Outro ponto a ser observado por quem tem tendência a gases.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos que você pode gostar

Setor é o primeiro do Brasil dedicado a produtos sem agrotóxicos e terá muitas ofertas Orgânicos ...
24 de maio de 2022
Na quinta-feira, dia 14 de abril, o Mercado Municipal abre das 8h às 18h. Na sexta-feira, 15 de ...
11 de abril de 2022
Evento para quem produz e para quem ama queijo terá programação com cursos,análises sensoriais e ...
30 de março de 2022