Tapioca: conheça melhor o alimento da moda

5 de dezembro de 2015
Curiosidades
0Comentários

Pesquise a palavra “tapioca” no Google e você verá que aparecem várias matérias que associam a receita a uma dieta saudável. Ela é uma excelente alternativa para celíacos (e uma boa opção quando o objetivo é ganho de peso e demanda elevada de carboidratos), mas a tapioca não ajuda na redução de gordura corporal.
A nutricionista Aline de Andrade, graduada pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre e mestranda em Ciências da Saúde na UFSCPA, trouxe em seu site um artigo que explica alguns mitos e verdades que envolvem a tapioca.
Confira:
O que é tapioca?
A tapioca é feita da goma de mandioca, é o polvilho umedecido, polvilho é amido, sendo assim é um carboidrato. É um alimento que contém poucas fibras, é pobre em nutrientes e sendo uma farinha altamente refinada possui alto índice glicêmico (IG). Relembrando de forma rápida: diferente de alimentos de baixo índice glicêmico como a famosa batata doce, que possuem uma absorção mais lenta, fornecendo energia contínua e uma elevação mais estável e lenta do açúcar no sangue, um alimento de alto IG como a tapioca possui liberação rápida, estimulando a liberação do hormônio insulina no sangue afim de controlar os níveis glicêmicos, o que tende a favorecer o acúmulo de gordura.
Então tapioca não é um bom alimento, certo?
Errado! É uma boa fonte de carboidrato, sem conservantes, corantes, de fácil digestão e o mais importante: por não conter glúten é uma excelente alternativa para pessoas com intolerância ao glúten e celíacos (OBS: estima-se 1 em cada 200 brasileiros). Tapioca é fácil de preparar e pode ser uma boa opção para auxiliar no ganho de peso e para lanches pós-treino. Uma dica para controlar o índice glicêmico da tapioca é recheá-la com alimentos com proteínas, gorduras e fibras. Assim o esvaziamento gástrico ficará mais lento e o pico insulinêmico menor.
Tapioca x Pão
Se você não é intolerante ao glúten ou celíaco e o assunto é nutrientes ou não engordar, não podemos dizer que a tapioca é melhor que o pão. E mais, definitivamente ela não é melhor que um pão 100% integral. Um pão integral é muito mais nutritivo que a tapioca, seu índice glicêmico também é muito menor, possui fibras e proteínas e contém menos carboidratos por porção.
Exemplo pegando um pão integral (100g) “Trigo e Linho da Seven Boys” e a tapioca comum (100g):
Tapioca: 240 kcal, 3g de proteínas, 54 g de carboidratos, 0g de fibra, índice glicêmico ~115.
Pão: 218kcal, 19g de proteína, 30g de carboidrato, 11g de fibra, índice glicêmico ~65.
Resumindo
Tapioca é uma delícia, uma excelente alternativa para celíacos, e uma boa opção quando o objetivo é ganho de peso e demanda elevada de carboidratos. No entanto, se o seu objetivo é redução de gordura corporal, é improvável que a tapioca seja uma opção recomendada ou uma aliada. O café da manhã da celebridade X ser tapioca, ela aparecer no programa Y ou todos estarem trocando o pão pela tapioca não fazem dela uma salvação, mas mais uma moda, assim como a condenação do pão é um terrorismo nutricional. Se você gosta, não precisa deixar de comer sua tapioca com moderação. Porém, como de costume, dê preferência a alimentos mais nutritivos e menos refinados, e sempre que puder, busque orientação profissional.
Fonte: Catraca Livre e Aline de Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No dia 25 de Setembro foi revogada a bandeira laranja de Curitiba. Com isso, o Mercado Municipal ...
25 de setembro de 2020
EMPÓRIOS E MERCEARIAS - Farinha do Acre, na Sissi Cereais, de R$13 por R$9,10 (-30%) - Granola ...
21 de setembro de 2020
- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%) - Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
Open chat