Ozoni, a sopa japonesa da Boa Sorte

27 de dezembro de 2014
Receitas
0Comentários

Os japoneses capricham na festa de Ano-Novo! Chamado de Oshougatsu, é considerada a data mais importante do calendário nipônico. Os preparativos são cheios de rituais e de tradições, onde as refeições têm grande destaque.
Os festejos do Ano-Novo japonês podem seguir por três ou mais dias. Como não se pode trabalhar no primeiro dia do ano, as refeições são feitas com antecedência, com ingredientes que possam durar o período sem que estraguem.
Na última noite é servido um oshikoshi-soba (um tipo de macarrão). Outra tradição é beber saquê doce (otosô), que começa a ser servido pela manhã.
O menu dos festejos começa na última noite do ano, onde é servido um macarrão (toshikoshi-soba), que simboliza vida longa. No banquete do Ano-Novo, o ozoni é o prato principal, e uma das mais respeitadas tradições gastronômicas japonesa, que simboliza a comunhão com os deuses.
O ozoni é uma sopa a base de moti (feito do arroz moti), vegetais e frutos do mar e, às vezes, carne. Quem come o ozoni no oshougatsu terá sorte e a graça dos deuses durante o ano. A lenda diz que o ozoni traz boa sorte aos que tomam a sopa no primeiro dia do ano.
A sopa sofre variações nos ingredientes, conforme as regiões do Japão. No Brasil, os japoneses cultivam com muito afinco a tradição do ozoni. Basta observar as lojas de alimentos japoneses no Mercado Municipal de Curitiba em vésperas de Ano-Novo.
Bom apetite! Boa Sorte!
Receita do Ozoni
Ingredientes:
→ 6 motis
→ 1 litro de dashi
→ 1 colher (sopa) de saquê
→1 colher (sopa) de mirin
→ 1 colher (chá) de açúcar
→ 1 colher (sopa) shoyu
→ ½ colher (chá) de “aji-no-moto”
→ 1 narutô cortado em 6 rodelas
→ 6 shitakes pequenos em haste
→ 1 tikuwa cortado em 6 rodelas
→ meia cenoura média em palitos finos
→ ½ xícara (chá) de nabo cortado em palitos finos
→ 6 folhas de horenso em tiras finas.
Preparo:
Em uma frigideira coloque os motis e deixe em fogo médio por 2 minutos de cada lado. Retire do fogo e reserve.
Em uma panela grande coloque o dashi, o saquê, o mirin, o açúcar, o shoyu e o “aji-no-moto” e leve ao fogo médio para aquecer.
Ao levantar fervura, junte o narutô, os shitakes, o tikuwa, a cenoura e o nabo e deixe ferver com a panela semi-tampada por 5 minutos. Acrescente os motis e cozinhe por mais 2 minutos.
Retire do fogo e sirva em tigelas individuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No dia 25 de Setembro foi revogada a bandeira laranja de Curitiba. Com isso, o Mercado Municipal ...
25 de setembro de 2020
EMPÓRIOS E MERCEARIAS - Farinha do Acre, na Sissi Cereais, de R$13 por R$9,10 (-30%) - Granola ...
21 de setembro de 2020
- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%) - Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
Open chat