O que fazer para driblar os sintomas mais chatos da TPM

31 de maio de 2016
Saúde e Bem-Estar
0Comentários

Saiba quais são os sintomas mais comuns e o que você pode fazer para passar por essa fase bem mais tranquila.

1. HUMOR NA GANGORRA
Como os níveis de serotonina e estrogênio caem quando você está prestes a ficar menstruada, o humor fica todo desregulado, e aí não é muito difícil transitar entre a sensibilidade de uma princesa e a raiva da versão feminina do Hulk.

O que fazer?
Mudanças de humor são perfeitamente normais e passam em poucos dias. “Mas, se fica impossível conviver consigo mesma e com os outros, procure acompanhamento médico”, recomenda Alessandro Scapinelii, ginecologista da clínica Giana Campoi, em São Paulo. “Ele pode indicar pílulas ou outros métodos que regulem a flutuação hormonal.”

2. SONO INTENSO
A queda nos níveis de estrogênio podem mesmo te deixar mais cansada do que o habitual.

O que fazer?
Durma mais durante a noite (sete a oito horas é uma boa média). Ao acordar, pratique meia hora de exercícios cardiovasculares leves, como caminhada, para ter mais disposição. “Cremes para pernas cansadas também são ótimos para diminuir a sensação de fadiga”, diz a ginecologista e obstetra Mirna Nakano, do Hospital São Luiz, em São Paulo.

3. INTESTINO DESREGULADO
Os mesmos hormônios que provocam contrações no seu útero também podem trazer alterações para seu sistema digestivo. Resultado: abdômen dolorido por causa do aumento de gases, intestino preso, náusea e até diarreia.

O que fazer?
Seu ginecologista pode indicar analgésicos para as dores abdominais. Uma dieta equilibrada, composta de alimentos leves, também ajuda bastante. “Se você apresentar outros sintomas, como sensação de evacuação incompleta ou dor anal, é importante procurar seu médico e investigar a possibilidade de endometriose, que exige cuidado específico”, diz Alessandro Scapinelli.

4. CABEÇA EXPLODINDO
Segundo Mirna, as enxaquecas pré-menstruais também aparecem com a futuação dos hormônios. O sistema nervoso retém líquido e, consequentemente, até nosso cérebro incha (!).

O que fazer?
Converse com seu ginecologista. Em geral, tomar analgésicos e anti-infamatórios dois a três dias antes de menstruar funciona.

5. DESEJO DE FORMIGA
Durante a TPM, há um desequilíbrio entre os níveis de cortisol e serotonina no sangue, responsáveis por regular o stress, o humor e o apetite. Isso gera ansiedade e, aí já viu, né?, dá uma vontade louca de comer todos os doces do planeta.

O que fazer?
“Procure por alimentos ricos em proteína e carboidratos integrais, que contêm triptofano e diminuem a compulsão”, diz a nutricionista Cynthia Antonaccio, da consultoria Equilibrium, em São Paulo. Leite, iogurte e aveia são boas pedidas.

6. DORES NAS COSTAS
Os nervos ligados ao sistema reprodutor se localizam na parte baixa da coluna e, com as contrações uterinas, podem ser mais estimulados, o que tende a causar dor na região da lombar. Mas preste atenção: segundo Alessandro, se as dores forem muito fortes, é importante investigar focos de endometriose.

O que fazer?
Emplastros contra a dor, massagens, alongamentos e exercícios que estimulem os músculos da área ajudam.

7 . EFEITO SANFONA
Se você sempre acha que está engordando na semana antes de menstruar, é provável que seja só retenção de líquido. E adivinhe de quem é a culpa. Dos hormônios, claro.

O que fazer?
Fique de olho na alimentação. Comidinhas ricas em sódio só vão deixá-la ainda mais inchada. Prefira alimentos ricos em fibras, bebidas diuréticas e chás. “Faça drenagens linfáticas alguns dias antes do seu período menstrual”, diz Mirna.

8. TEMIDAS ESPINHAS
Segundo a dermatologista Camila Ciarleglio, de São Paulo, os níveis altíssimos de progesterona são responsáveis por fazerem as glândulas sebáceas funcionarem a todo vapor.

O que fazer?
Cuidados diários com a pele são sempre bem-vindos, especialmente se seu ciclo for irregular. Mas, se o aparecimento de acne for muito intenso, é interessante conversar com seu ginecologista sobre o uso de pílulas anticoncepcionais e investigar a possibilidade de você ter ovários policísticos.

Fonte: MdeMulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat