Já conhece os novos roteiros turísticos de Curitiba?

2 de abril de 2016
Utilidade Pública
0Comentários

Oito novas formas de Curtir Curitiba. É o que propõem os novos roteiros turísticos desenvolvidos pela equipe técnica do Instituto Municipal de Turismo (Ctur), com apoio do jornalista Eduardo Fenianos. Os roteiros, impressos em três línguas, são temáticos e levam o turista por rotas ligadas à cultura, história, religião, gastronomia e aventura. Com eles, é possível, por exemplo, conhecer a Curitiba de Poty Lazarotto e Paulo Leminski, percorrer a cidade a pé ou de bicicleta, observar a fauna e a flora da região, seguir uma rota gastronômica ou fazer um passeio com sabor de aventura pela região metropolitana.
O lançamento dos roteiros aconteceu na manhã do dia 23 de março, no auditório do Mercado Municipal de Curitiba, com a presença do prefeito Gustavo Fruet, secretários municipais e diversos representantes de entidades do trade turístico.
A ideia dos roteiros foi amadurecida nos últimos anos, porém somente com a liberação de recursos do governo federal e de uma emenda da ex-deputada Rosane Ferreira – que ocorreu no final do ano passado – foi viabilizada. Agora, no mês de aniversário da cidade, Curitiba está sendo presenteada com a entrega dos roteiros que mostram toda a diversidade da cidade.
“O lançamento dos roteiros é um presente para o aniversário da cidade. Fortalece toda a rede de serviços de turismo. Todos os oito roteiros estão disponíveis também nas redes sociais, permitindo que as pessoas, em pouco tempo, sejam convidadas a visitar a história e conhecer muito do que acontece na cidade. Os roteiros valorizam a prestação de serviço na área de turismo, uma das referências de Curitiba para o Brasil”, afirmou Fruet.
“Ampliar a oferta turística de Curitiba foi o principal objetivo da criação da Coleção Roteiros Turísticos. Com mais 8 opções de caminhos pela nossa cidade, moradores e turistas poderão curtir Curitiba muito além da Linha Turismo. Com novos olhares, percorrendo a história de personagens ilustres como Poty Lazzarotto e Paulo Leminski, a pé, de bicicleta, o visitante com certeza voltará mais vezes para descobrir uma Curitiba desconhecida aos olhos do nosso dia a dia”, explicou o presidente do Instituto Municipal de Turismo (Ctur), Caique Ferrante.
Os roteiros lançados pelo Ctur são Curta Curitiba Pedalando, Curta Curitiba a Pé, Rotas Religiosas, Aventura e Ecoturismo, Sabores de Curitiba, PotybyBike, Curitiba Flora e Fauna e Curitiba de Leminski. Todos possuem características próprias, mas mantêm entre si uma semelhança: são autoguiados.
Foram impressos 600 mil folders – 75 mil para cada roteiro -, que serão distribuídos nos seis Pontos de Informação Turística (PITs) da cidade (Aeroporto Internacional, Torre Panorâmica, Arena do Atlético Paranaense, Estádio Couto Pereira, sede do Ctur e sede da Associação do Comércio e Indústria de Santa Felicidade), nos dois Centros de Atendimento ao Turista – Rua 24 Horas e Jardim Botânico -, e também em hotéis e restaurantes.
Cada folder possui a descrição do que poderá ser visto no roteiro turístico escolhido, com informações em três idiomas: português, inglês e espanhol.
Para a presidente da Associação Brasileira dos Guias de Turismo, Luci Jacomel Kowalczuk, os roteiros de turismo de Curitiba se transformarão em um grande diferencial para Curitiba. “Os circuitos representam uma inovação para a cidade. É um trabalho de muito tempo desenvolvido pelo Ctur que vem a acrescentar aos roteiros que os guias já trabalham em Curitiba”, comentou.
Roteiros
Curta Curitiba a Pé
É realizado na região central, dividido em duas rotas. A primeira, na parte mais antiga da cidade, envolve os bairros Centro e São Francisco. São 33 atrações entre belíssimas igrejas, construções históricas e museus, incluindo a Praça Tiradentes (marco zero de Curitiba), e o Largo da Ordem, considerada a principal referência no Centro histórico da cidade. A segunda rota contempla o Centro Cívico que concentra os poderes executivo, legislativo e judiciário com uma arquitetura moderna e muita história política.
Aventura e Ecoturismo
Para os aventureiros são mais de 20 modalidades como arvorismo, balonismo, boia-cross, canoagem, cavalgada, escalada, voo livre, tirolesa, mergulho e muito mais. O roteiro abrange cerca de 30 municípios com destaque para algumas atividades incríveis como: as cachoeiras de Tijucas do Sul; paraquedismo em Paranaguá; rafting em Cerro Azul; ou um pouco mais de adrenalina na rotas de off-road 4×4 em Morretes.
Sabores de Curitiba
Concentra as feiras noturnas, as atrações do Mercado Municipal, as feiras de artesanato, além de ruas e regiões da cidade que contam com uma infinidade de bares e restaurantes. Foram criados nove percursos que evidenciam desde os botecos e seus petiscos favoritos, passando pelos rodízios e happy hour com música ao vivo, até restaurantes especializados em frutos do mar e cardápios elaborados.
Curitiba Fauna e Flora
Esse roteiro pode ser um bom convite para relaxar e observar a flora e a fauna da região. Um detalhe interessante: os visitantes recebem um tipo de lista com 60 espécies de animais e 31 espécies de árvores para “procurar” durante a exploração; além de sugestões dos melhores parques para os passeios.
Curta Curitiba Pedalando
Os itinerários de ciclovia que passam por boa parte da cidade ajudam a conhecer a capital de bicicleta. Os caminhos, vias e trilhas levam a alguns dos principais parques e cartões postais, oferecendo cinco opções de roteiros que variam do nível I ao III. Dica: Se decidir descansar ou quiser parar de pedalar durante qualquer percurso, os ônibus doubledecker da Linha Turismo possuem bagageiros para bicicletas e você pode conferir os pontos de parada antes de sair para o passeio.
Rotas Religiosas
Representando a diversidade cultural e religiosa da história de Curitiba, os três roteiros oferecidos percorrem santuários, igrejas, templos, capelas, museus e memoriais étnicos, sítios históricos e arqueológicos.
A Curitiba de Leminski
O roteiro cultural inspirado na vida do poeta Paulo Leminski foi desenvolvido por sua família em parceria com o Ctur. O circuito passa pelas casas onde o poeta morou, restaurantes e bares favoritos, e locais que costumava frequentar – como o centenário Bar Stuart, o mais antigo bar de Curitiba ainda em atividade e a mais tradicional livraria da cidade, a do Chain.
Poty by bike
Tem como referência os painéis do multiartista Poty Lazzarotto. O circuito de 12 quilômetros é programado para ser percorrido de bicicleta, passando pela Praça Tiradentes, Palácio Iguaçu, Torre Panorâmica, Teatro Guaíra, Largo da Ordem e diversas praças de Curitiba. Nota: Ciclovias próximas interligam os locais de algumas das obras do artista na capital e facilitam o trajeto.
Fonte: Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%)- Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%) - Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
O Mercado Municipal de Curitiba, terá atendimento em horário especial para os feriados da ...
4 de setembro de 2020
Open chat