Efeitos da bebida energética no organismo

17 de agosto de 2015
Curiosidades
0Comentários

Gráfico mostra efeitos de 10 minutos até 12 dias após a ingestão do energético
Você costuma apostar em energéticos para despertar e ficar mais alerta? Já parou para pensar o que podem causar ao organismo? O site de presentes personalizados Personalise.co.uk publicou um gráfico com os efeitos delas no corpo de 10 minutos até 12 dias após a ingestão. Confira os detalhes e também os comentários do pesquisador de alimentos Stuart Farrimond, entrevistado pelo jornal Daily Mail:

energético
Foto: Personalise.co.uk / Reprodução

 
10 minutos: É o tempo que demora para a cafeína entrar na corrente sanguínea. A frequência cardíaca e pressão arterial começam a aumentar.
15 a 45 minutos: A cafeína chega ao pico na corrente sanguínea. A pessoa vai se sentir mais alerta, melhorando a concentração.
Comentário do especialista: “Essas afirmações estão corretas. Depois de ingerir uma bebida com cafeína, ela passa do intestino para a corrente sanguínea e, em seguida, para o cérebro e ao redor do corpo. É uma droga estimulante que funciona entupindo os “sinais de cansaço” no cérebro. Um produto químico no cérebro, chamada adenosina, desempenha um papel importante na forma como nos sentimos cansados, que tende a acumular-se ao longo do dia, levando-nos a ficar com sono à noite. A cafeína é uma droga que bloqueia temporariamente a adenosina, dando-lhe um impulso enquanto permite que moléculas do cérebro relacionadas a se “sentir bem” (como a dopamina) sejam liberadas mais facilmente. Você se sente mais alerta e melhor consigo mesma”.
30 a 50 minutos: Toda a cafeína foi absorvida e o fígado também responde ao absorver mais açúcar na corrente sanguínea.
Comentário do especialista: “Sim, normalmente se espera que toda a cafeína seja absorvida em cerca de 45 minutos depois de beber, embora pudesse demorar mais se ingerida como parte de uma refeição. O fígado decompõe a cafeína e a cafeína em si, de fato, aumenta os níveis de açúcar no sangue. Não é tão simples como o infográfico sugere, no entanto. A cafeína pode fazer com que o baixo açúcar no sangue em diabéticos piore, por exemplo. Curiosamente, a cafeína parece ser boa para o fígado e o consumo de café tem sido associado a menores taxas de doença hepática e câncer de fígado. O mesmo não foi demonstrado em bebidas energéticas, no entanto”.
1 hora: O corpo começa a passar pela experiência do “choque de açúcar” assim como os efeitos da cafeína caindo. A pessoa vai começar a se sentir cansada e os níveis de energia começam a ficar baixos.
Comentário do especialista: “Muitos cientistas não acham que o ‘choque de açúcar’ realmente exista. Achamos que sabemos quando nossos níveis de açúcar estão altos ou baixos, mas nós geralmente não sabemos. Comer uma refeição nos faz sentir cansados por outras razões e nós temos uma queda da cafeína, que pode começar em torno desse tempo. Nós também podemos sentir uma baixa súbita quando os ‘hormônios da felicidade’, que circulam em nosso cérebro, começam a se desgastar”.
5 a 6 horas: Essa é a metade da vida da cafeína, o que significa que leva de cinco a seis horas para o corpo reduzir o conteúdo dela na corrente sanguínea em 50%. As mulheres que usam pílula anticoncepcional requerem o dobro de tempo para apresentar essa redução.
Comentário do especialista: “Esse é o tempo preciso para adultos com peso normal. A pílula contraceptiva oral irá tornar a meia-vida mais longa, embora não necessariamente duplique esse tempo, uma vez que depende do comprimido usado. Gravidez, danos no fígado e outros fármacos podem também reduzir a taxa na qual a cafeína é eliminada do corpo. Importante, as crianças e adolescentes têm uma meia-vida significativamente mais longa, ou seja, a cafeína permanecerá no seu fluxo de sangue por mais tempo e em níveis mais altos do que em adultos. É por isso que bebidas com cafeína podem causar problemas de comportamento e problemas de ansiedade em crianças”.
12 horas: É o tempo que leva para a maioria das pessoas removerem completamente a cafeína da corrente sanguínea. Essa velocidade depende de muitos fatores, como idade e atividade.
Comentário do especialista: “Sim, essa é uma aproximação justa, excluindo crianças e adolescentes.”
12 a 24 horas: Como a cafeína é uma droga, aqueles que regularmente a ingerem podem sentir sintomas de abstinência em 12 a 24 horas depois da última dose, incluindo dor de cabeça, irritabilidade e constipação.
Comentário do especialista: “Sintomas de abstinência da cafeína não são tão ruins quanto pensam que são. Em testes cegos em que bebedores de café tiveram suas bebidas alteradas para descafeinadas, os efeitos de abstinência foram muito leves na maioria dos casos, isso se eles existissem. Os sintomas de abstinência podem durar até nove dias e vão depender da quantidade de cafeína que bebemos. Todo mundo é diferente, é claro, mas muitos dos sintomas parecem estar em nossa mente.”
7 a 12 dias: Estudos têm mostrado que esse é o período de tempo que o corpo vai se tornar tolerante com a dose diária de cafeína, o que significa que vai se acostumar a ela e não vai sentir muito os seus sintomas.
Comentário do especialista: “Nós nos tornamos tolerante à cafeína ao longo do tempo, precisando de mais para obter o mesmo efeito.”
CONSIDERAÇÕES
Em relação aos efeitos gerais das bebidas energéticas no corpo, o pesquisador Farrimond disse que “são um mau caminho para conseguir cafeína”. “São ricas em açúcar, algumas assustadoramente. Todas as bebidas gasosas são ácidas porque são carbonatadas e os fabricantes de bebidas geralmente adicionam ácido extra. Red Bull tem um pH de 3,3, o mesmo que o vinagre. Combinado com açúcar, são ideais para corroer o esmalte dos dentes e causar problemas dentários por toda a vida”, opinou. “Café e chá são uma maneira muito melhor (de obter cafeína). Apesar de que tudo tem que ser com moderação.”
Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat