Diet e light: entenda as diferenças e cuidados ao consumir cada um

22 de fevereiro de 2016
Curiosidades
0Comentários
Diet é a palavra em inglês para dieta e light significa leve. Como os nomes sugerem, eles são alimentos indicados em dietas específicas devido a algum problema de saúde ou para a perda de peso. A diferença entre alimentos diet e light está na quantidade permitida de um determinado nutriente. O diet é isento de algum nutriente (açúcar, sódio, gordura, glúten, lactose), independente do número de calorias. O light deve apresentar uma diminuição mínima de 25% do nutriente em questão (açúcar, sal ou gordura) e ter 25% menos calorias, em comparação com o alimento original não light. O alimento zero é semelhante ao diet, onde se exclui 100% de um ou mais nutrientes (tipo zero gordura ou zero açúcar) e geralmente vem acompanhado de grande redução calórica.
Principais indicações
O alimento diet é indicado para quem tem algum problema de saúde, e pode até conter mais calorias do que o alimento convencional. Por exemplo, o chocolate diet não contém açúcar, no entanto é mais calórico do que o tradicional, pois tem um teor maior de gorduras. Já o produto light é indicado para quem está preocupado em reduzir calorias.
O diabético deve restringir o consumo de açúcar, então pode optar pelos produtos diet isentos de açúcar. Quem sofre de hipertensão arterial pode escolher produtos diet isentos de sódio, ou light com redução de sódio, dependendo da recomendação médica em relação à restrição de sal. Para pessoas com problemas de vesícula são recomendados produtos sem gordura. Para os portadores de problemas renais há produtos com restrição de proteína. Quem faz uma dieta e quer ingerir menos calorias deve optar por produtos light: o diet não é indicado porque não há redução de calorias no alimento.
Mais calorias no diet? Por quê?
Por exemplo, quando se tira totalmente o açúcar o sabor pode ficar prejudicado e, para compensar, é colocado outro ingrediente (como gordura ou sódio) em quantidade maior, para disfarçar o gosto do adoçante utilizado e para manter a consistência, o que acaba somando calorias. Além do açúcar, o diet também pode ser isento de sódio, gordura ou proteína. Neste caso, quando se retira a gordura ou a proteína, o teor de carboidratos será maior.
O exagero de diet e light é prejudicial
Qualquer alimento modificado pode causar alterações na fisiologia corporal. Se há um excesso de adoçante ou mais gordura, isto pode levar ao ganho de peso e sintomas gastrointestinais como enjoo, diarreia e mal-estar. O consumo de alimentos modificados deve ser feito com parcimônia, sempre inseridos em um programa alimentar balanceado. Muitos pensam que o refrigerante diet, light ou zero pode ser tomado no lugar da água porque contém zero ou poucas calorias. Na verdade, isto significa tomar muito adoçante, sódio e aditivos químicos. Além disso, o gás presente na bebida contribui para estufar a barriga. Se você não tem uma condição de saúde prefira sucos naturais, chás e água de coco, sem se esquecer da boa e velha água mineral, com zero caloria, zero açúcar e zero gordura!
Diet e light natural
A natureza é perfeita. Hortaliças e frutas são versões naturais de alimentos com poucas calorias, pouco sódio, pouco ou nenhum açúcar e zero gordura trans. E como bônus, o hortifruti vem recheado de vitaminas, minerais e antioxidantes. Para quem quer manter a saúde e a boa forma, é só encher o prato com produtos do reino vegetal.
Fonte: Minha Vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat