Crianças e os hábitos alimentares

25 de abril de 2015
Saúde Infantil
0Comentários

Para muitos pais, é uma batalha fazer com que as crianças comam consistentemente comidas saudáveis. Propagandas na televisão anunciam doces, batatas fritas e hambúrgueres, tornando difícil persuadir as crianças a comerem uma banana quando uma tigela com sorvete parece mais atraente. Porém, é essencial corrigir os maus hábitos alimentares dos filhos, pois as crianças que aprendem a comer, e apreciar, comidas saudáveis correm menos risco de desenvolver problemas de saúde quando forem mais velhas.
Instruções
1. Apresente as mudanças na alimentação da criança gradualmente. Uma reformulação completa e súbita de tudo o que a criança pode comer apenas criará revolta e raiva. Comece acrescentando mais frutas e legumes. Uma vez por dia, troque um lanche não saudável por um saudável. Reduza os ingredientes gordurosos quando for cozinhar uma refeição. Com o passar de algumas semanas, ela mal notará que seus hábitos alimentares estão se tornando mais saudáveis e sentirá menos falta dos alimentos não saudáveis, se eles desaparecerem gradualmente.
2. Encoraje a criança a comer três refeições diárias e dois lanches saudáveis. Os maus hábitos alimentares costumam começar como resultado dos horários desregulados para as refeições e muitos lanchinhos. Faça as refeições nos mesmos horários todos os dias. Se lanches em demasia ou lanches pouco saudáveis forem um problema, introduza lanchinhos com 100 calorias à alimentação dela. Embora a criança talvez ainda esteja consumindo alguns alimentos não saudáveis, ela os consumirá em menores quantidades, de modo que os lanches terão um impacto negativo menor sobre a saúde dela.
3. Compre lanches saudáveis e certifique-se de que a cozinha esteja sempre bem abastecida com eles. As crianças costumam fazer lanchinhos quando estão entediadas ou por força do hábito. Se uma barra de chocolate, um pacote de batatas fritas ou um doce estiverem ao alcance, elas provavelmente os comerão. Ante um gabinete abastecido com barras de granola e lanches saudáveis feitos de cereais ou uma geladeira cheia de iogurte, frutas e legumes, elas provavelmente pegarão um alimento saudável.
4. Crie suas próprias guloseimas saborosas. Apenas porque os lanches costumam vir em uma forma não saudável, não significa que você não possa fazer a sua própria versão saudável. Tente fazer picolés com suco de frutas recém-espremidas. Faça o seu próprio refrigerante com suco de frutas e água gasosa — ele terá menos açúcar do que os refrigerantes comerciais e não terá a adição de produtos químicos. Faça rostos sorridentes com bagas e frutas sobre panquecas, torradas e cereais. Faça com que a comida do seu filho pareça apetitosa e divertida, ao mesmo tempo em que reduz o conteúdo de gordura, açúcar e calorias.
5. Cozinhe mais refeições em casa. Comer em restaurantes com muita frequência pode fazer com que as crianças ganhem peso e comam comidas gordurosas. Muitos restaurantes servem porções maiores do que as servidas em casa e, se está no prato, elas provavelmente comerão, mesmo que estejam cheias. Reserve as refeições em restaurantes para ocasiões especiais ou ocorrências de uma vez por semana. Desse modo você também economizará o dinheiro mensal gasto com a alimentação.
 
Fonte: eHow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No dia 25 de Setembro foi revogada a bandeira laranja de Curitiba. Com isso, o Mercado Municipal ...
25 de setembro de 2020
EMPÓRIOS E MERCEARIAS - Farinha do Acre, na Sissi Cereais, de R$13 por R$9,10 (-30%) - Granola ...
21 de setembro de 2020
- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%) - Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
Open chat