Composto que une a banana verde e o chá branco promove saciedade e emagrece

19 de novembro de 2016
Saúde e Bem-Estar
0Comentários

Nutracêutico é o mais novo artifício para combate da obesidade
Por: Dr. Roberto Navarro Sousa Nilo (NUTROLOGIA – CRM 78392/SP)
Doença crônica de causa multifatorial, a obesidade pode ser decorrente tanto de influências genéticas quanto de mudanças hormonais. O que fica cada dia mais evidente nas vítimas do problema, entretanto, é um desequilíbrio entre o consumo e o gasto calórico. Por essa razão, tratamentos, medicamentos e outros meios para combater a epidemia estudam métodos que proporcionem, sobretudo, saciedade. Foi com esse pensamento que um novo nutracêutico feito em farmácias de manipulação foi criado.
Associação da banana verde (Musa paradisíaca) e do chá branco (Camellia sinensis), o nutracêutico funcional é rico em fibras e excelente fonte de minerais, como o potássio, o fósforo, o cálcio, o sódio, o magnésio e as vitaminas A, C e do complexo B. Ele ainda é considerado prebiótico, o que proporciona potentes atividades na manutenção da saúde e na prevenção de doenças. O produto pode ser solicitado em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação.
Como age no organismo
Famosa por trazer energia, diminuir a fome e melhorar a flora intestinal, a banana verde apresenta diversas propriedades benéficas e, segundo estudos lançados recentemente, pode ser uma aliada de valor contra o aumento da glicemia e a manutenção da saúde. Seus dois tipos de fibras, solúvel e insolúvel, auxiliam tanto na modulação da glicemia quanto na promoção da saciedade.
A fibra insolúvel consegue “arrastar” moléculas de gordura e açúcar, dificultando sua absorção, modulando, dessa forma, a glicemia. A fibra solúvel, por sua vez, é um amido resistente que promove maior sensação de saciedade por um período mais longo.
O chá branco também presente no nutracêutico irá promover a redução dos níveis de colesterol ruim e de triglicérides, além de aumentar consideravelmente o gasto energético. Assim, ambos os componentes se mostra eficazes no tratamento da obesidade.
Diferentes tratamentos
O fato de ser possível obter essa associação interessante de princípios ativos em uma única cápsula não muda a necessidade de um tratamento multifatorial para combate da obesidade. Independente do que desencadeou a doença – seja comer demais, ingerir apenas alimentos calóricos e não nutritivos, ser sedentário, sofrer com o estresse, ter poucas horas de sono ou mesmo ser vítima de desequilíbrios hormonais – é preciso deter o crescimento dessa patologia.
A adição deste nutracêutico em uma dieta balanceada deve ser motivo para comemoração, pois é mais um arsenal benéfico em prol da saúde. Antes de iniciar o uso de qualquer substância, entretanto, você deve receber orientação médica especial e individual após análise da parte clínica, nutricional e hormonal.
Fonte: Minha Vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat