Coca, Ambev e Pepsi vão parar de vender refrigerantes nas escolas

21 de junho de 2016
Saúde Infantil
0Comentários

O acordo foi feito para combater a obesidade infantil

A Coca-Cola, a PepsiCo e a Ambev (detentora da marca Guaraná Antarctica) anunciaram nesta quarta-feira, dia 22, que deixarão de comercializar refrigerantes para escolas com alunos de até 12 anos de idade (ou com maioria de estudantes nessa faixa etária). Segundo as próprias empresas, a medida visa frear a obesidade infantil.

As vendas serão suspensas em agosto. “No momento do recreio, os alunos têm acesso às cantinas escolares sem a orientação e a companhia de pais e responsáveis, e crianças abaixo de 12 anos ainda não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo”, afirmam as companhias, por meio de um comunicado. No lugar dos refrigerantes, elas pretendem oferecer água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos.

Segundo a nota divulgada sobre o assunto, a atitude foi baseada em conversas com especialistas em saúde pública, alimentação e nutrição, além de profissionais e instituições ligadas aos direitos das crianças. A proposta valerá para as cantinas que compram diretamente das fabricantes e de seus distribuidores.

Só não podemos nos esquecer que, mesmo depois dos 12 anos de idade, o consumo exagerado de refrigerantes segue como uma grande preocupação — tanto dentro quanto fora da escola.

Fonte: MdeMulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

- Farinha do Acre, na Sissi Cereais, de R$13 por R$9,10 (-30%) - Granola super completa, na ...
21 de setembro de 2020
Que tal deixar os automóveis de lado nesse dia 22 de setembro e fazer um passeio de bicicleta até ...
21 de setembro de 2020
- Mirtilo (125g), na Banca do Gervario, de R$10 por R$7 (-30%) - Batata Monalisa (kg), na ...
15 de setembro de 2020
Open chat