Afinal, o que é apendicite?

15 de outubro de 2016
Saúde e Bem-Estar
0Comentários

Fonte: Minha Vida
O que é apendicite?
A apendicite é uma doença inflamatória muito comum. Você mesmo deve conhecer alguém que já passou pelo problema, mas se não for detectada a tempo, ela pode representar um grave risco à vida do paciente. Por isso, saiba agora o que é, por que acontece e como devemos proceder no caso de uma crise de apendicite aguda.
Dor intensa na região estomacal
Este é o principal sintoma de uma doença que pode atingir pessoas de qualquer idade ou sexo: a apendicite. O apêndice é um prolongamento do intestino. O grande problema dele é o formato, que é como um tubo sem saída. Ele produz um volume constante de muco, que normalmente é expelido pelas fezes. No entanto, uma obstrução na saída dele pode fazer com que esse muco fique preso lá dentro, o que faz com que o apêndice seja dilatado/ esse bloqueio, segundo o especialista, pode ser causado por diversos fatores.
A obstrução do apêndice pode ser causada ainda pelo aumento do seu próprio tecido, tumores e, até mesmo, obstrução por vermes. Com o aumento do tamanho, acontece uma compressão dos vasos sanguíneos e morte de sua parede. Como o apêndice possui poucas terminações nervosas, este processo não provoca dor, apenas quando a infecção passa a comprometer a membrana que cobre as paredes abdominais, chamada de peritônio, é que a dor é gerada. O aumento do apêndice pode evoluir até o rompimento dele, o que pode levar à morte.
Mais sintomas
Acompanhando a dor, outros sintomas também podem denunciar a doença. Ainda no início pode haver desconforto ou dor mal definida pela região ao redor do umbigo, assim como náuseas, falta de apetite e até febre.
A evolução pode durar poucas horas, sendo que nesta fase mais avançada, pode haver alterações no hábito intestinal, como diarreia e prisão de ventre. Caso haja suspeita de apendicite, procure um médico o quanto antes. Após o diagnóstico, o paciente passa por uma cirurgia simples para retirar o apêndice. Quanto mais cedo a inflamação for descoberta, melhor. O uso de analgésicos durante a crise de dor deve ser controlado, já que pode mascarar os sinais da doença.
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos que você pode gostar

No final de semana do feriado da Proclamação da República, o Mercado Municipal de Curitiba ...
9 de novembro de 2020
Mais de 20 pratos com preços promocionais e receitas inspiradas nos quatro cantos do mundo. Pela ...
13 de outubro de 2020
O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres brasileiras, com quase 60 mil casos por ...
12 de outubro de 2020
Open chat